Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Transporte Sentimental



Sábado, 03.05.14

poema de levi condinho e foto de alfredo cunha

Image.jpg


Apetece escrever como Joana Ruas num seu poema sobre a Pietá de Roma - «Somos parecidos no riso e diferentes nas lágrimas». Fico-me pela citação respeitosa. Os 40 anos do «25 de Abril» deram agora em 2014 pano para mangas. Muita gente surge com memórias privadas do dia mágico de 1974 e houve até paspalhões que se puseram a tentar comparar o país de 1974 com o país de 2014. Como se fosse possível comparar dois tempos tão opostos. Um com a guerra; outro com a paz. Adiante… Este poema de Levi Condinho, escrito em 23-4-2014, recorda os mortos da Rua António Maria Cardoso frente à PIDE/DGS, mortos cujos nomes muitas vezes são obliterados pelos distraídos que dizem, tantas vezes com um microfone à frente do nariz – «Foi uma revolução sem sangue e sem mortos». Como eles se enganam… A foto é de Alfredo Cunha e vem a propósito porque me parece a grande imagem do 25 de Abril. Se tivesse que escolher uma era esta que escolhia. Vejamos então o poema: «Anti-herói (na Rua António Maria Cardoso) No dia 25 de Abril de 1974 / «às cinco da tarde» / ou um pouco depois / eu estive lá. / Oiço perenemente a rajada / de metralha / qual música maligna / e sei (senti-o nessa hora sombria) / que poderia ter acabado ali. / Passados quarenta anos / constato que nenhuma falta / teria feito ao Universo / (Talvez o próprio Universo / não faça falta ao Universo». Levi Condinho --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 16:52


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031