Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Transporte Sentimental



Domingo, 21.12.14

nem proença é agora velha nem o inatel passou a ser menina

Image.jpg


Estamos em 2014 e continuo a usar uma hoje já velha agenda de 2008, uma edição da Compnahia Liberty Seguros e do jornal «Sol» onde guardo contactos telefónicos pois nunca se sabe. Já me aconteceu perder todos os telefones (96) com a mudança de aparelho mas tal não volta a acontecer. Ao olhar com mais atenção para o mapa de Portugal que a integra descobri um erro crasso: em vez de Proença-a-Nova surge Proença-a-Velha. Mação, Sertã, Oleiros, Sardoal e Vila de Rei estão com o seu nome bem escrito mas o erro grande poisou no mapa da agenda e logo uma troca tão séria – chamar Velha a uma Nova. A Revista do INATEL (Instituto Nacional de Aproveitamento dos Tempos Livres) está por aqui perto e logo na capa dou de caras com uma frase de Carlos Capote: «A INATEL pauta pelo asseio e simpatia do pessoal». Mesmo passando por cima do «pauta» em vez de «pauta-se» no sentido de «rege-se» para poupar palavras e evitar o clássico «segue a norma», não posso deixar de parar no início da frase com «A INATEL» em vez de «O INATEL». Mais à frente aparece uma ideia sobre o INATEL de Vila Nova de Cerveira «Dizem que está um esplendor». O significado de «esplendor» é fulgor ou brilho mas o sentido da frase aponta para o adjectivo «esplendoroso» que significa deslumbrante ou pode significar esplêndido. No corpo da entrevista uma das perguntas trata de saber que faz hoje Carlos Capote aos 65 anos. A resposta é: «Estou na Servejaria dos Restauradores a incutir neste espaço os pratos tradicionais portugueses». Ora Cervejaria com «S» quando cerveja se escreve com «C» parece um absurdo mas lá está. Talvez seja do chamado «acordo ortográfico» pois os responsáveis da Revista na página 28 referem-se à «antiga ortografia» nos textos de João Cachado e Gil Montalverne. Enfim… --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 16:28


2 comentários

De RH a 22.12.2014 às 03:02

O nome do estabelecimento é mesmo Servejaria, com "s"... Talvez se trate de um trocadilho.
https://www.facebook.com/Servejaria

De Anónimo a 22.12.2014 às 18:14

Apenas duas notas:
1ª - O decreto-Lei nº 211/2006, de 27 de outubro, prevê no seu artigo 39º a externalização do INATEL (Instituto Nacional para Aproveitamento dos Tempos Livres dos Trabalhadores) e o Decreto-Lei nº 106/2008, de 25 de junho, institui a fundação privada de utilidade pública, designada de FUNDAÇÃO INATEL.
2ª - A Servejaria dos Restauradores - é mesmo o nome do estabelecimento existente e escreve-se por opção dos proprietários com S em vez do habitual C.
Cumprimentos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031





Visitas