Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Sexta-feira, 06.05.16

«Infância de que nasci» textos de Natércia Freire desenhos de Ofélia Marques

xE9lia.jpeg


O livro que tenho à minha frente (Portugália Editora) é antigo (talvez 1955) mas só hoje (Abril de 2016) me chegou às mãos. Custava 45$00 e era indicado para jovens dos 14 aos 16 anos. Natércia Freire (1920-2004) deve o nome à morte de uma irmã (2-5-1917/17-7-1919): «Se a outra não tivesse morrido, não te tinham mandado vir…» Um dia irá visitar a campa da irmã ao cemitério e escrever: «Quando saímos, por uma noitecer silencioso, sem vento, sem rumor nas árvores que rodeavam a igreja e os ciprestes do cemitério, olhei para trás e, num indefinido desgosto, senti que qualquer coisa de mim, do meu sangue, das minhas células, do que eu poderia vir a ser, ficava enterrado na campa de minha irmã.» A mãe tinha avisado («Não mexam aqui, filhas. Nesta caixa está o título e está a chave do jazigo») e a então menina Natércia respeitou o pedido mas não parou de investigar. O livro começou por ser um conjunto de contos para a Revista Panorama do SNI cujo director era o Poeta Carlos Queiroz. Embora não de modo explícito, o livro respira Benavente (paisagem e povoamento) em todas as linhas. Na página 95 pode ler-se: «afoitava-me um pouco na lezíria cortada pelo rio – acampamento de ciganos rezingões: - «Tarrenego os teus mortos à porta do cemitério!» - e extasiava-me com a cor dos brincos de princesa, tão senhoris e vermelhos no canteiro, à ilharga esquerda dos quatro pés de ferro do moinho de vento.» Dizem que somos feitos até aos sete anos e que depois o que vem são apenas remendos; terá sido aos sete anos que esta autora nasceu de facto. Foi quando ouviu uma canção: «O que havia naquele canto era uma vida prodigiosa, como se a rapariga que cantava do outro lado do muro, fosse uma presença do amor vivo, pedindo amor, solicitando amor até ao próprio ar que respirava.» --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 19:54



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031





Visitas