Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Sábado, 24.01.15

«fragateiros do tejo» de marcolino fernandes

Image.jpg


Com o subtítulo de «O quotidiano das populações da Borda d´Água nos anos 40, 50 e 60 do século XX», bem poderia ter o nome de «Fotobiografia» pois junta ao testemunho do autor um conjunto alargado de fotografias e de pinturas alusivas à vida dos fragateiros de Sarilhos Pequenos. O autor define-se como fragateiro: «Nasci numa pequena aldeia da Margem Sul, Sarilhos Pequenos, que dista 8 milhas marítimas da capital, onde 95% dos homens foram fragateiros». Esta actividade de transporte em fragata de produtos entre as duas margens terminou em 1976 devido à proliferação das pontes sobre o Rio Tejo: Vila Franca de Xira em 1951, Lisboa em 1966, Sacavém em 1998 e Carregado em 2007. As mercadorias transportadas eram as mais diversas: açúcar, farinha arroz, café, amendoim, farinha de peixe, cortiça, madeira, vinho, sal, carvão, trigo, milho, soja – e outras. A vida em Sarilhos Pequenos era dura nos anos 50: «não havia electricidade, não havia saneamento básico e não havia água canalizada». O contraponto eram as brincadeiras dos rapazes e raparigas além das visitas da carrinha da Gulbenkian: «quem se lembra dela? Quantas gerações poderão partilhar as memórias evocadas a propósito de livros e leituras nos tempos que correm?» Durante muito tempo uma data permaneceu na memória dos fragateiros – 15 de Fevereiro de 1941. Dos 21 fragateiros mortos devido ao ciclone no Tejo três eram de Sarilhos Pequenos – Manuel Pança, Américo Ferrão e Hermínio José. Além das memórias dos fragateiros, este livro recorda outras profissões do tempo: serradores, salineiros, descarregadores, varinas, apanhadores de ostras, taberneiros, carroceiros, carpinteiros, calafates, pintores – entre muitas outras. Com 206 páginas de texto e largas dezenas de fotos, esta é uma «Fotobiografia» pioneira do tempo dos fragateiros de Sarilhos Pequenos – as suas viagens e suas tarefas, os seus esforços e suas festas, a sua vida e a sua morte. (Editora: Orfeu-Bruxelas, Prefácio: José Manuel Saldanha, Apresentação: Joaquim Pinto Silva, Capa: Carlos Romão) --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 18:05



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031





Visitas