Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Quinta-feira, 14.07.16

dissertação para o olhar de rute entre a terra e o mar

Image.jpg


Há no olhar de Rute, ao mesmo tempo, a secura da terra e a humidade do mar. Mesmo macerado de cansaço por uma noite intensa de trabalho, o olhar de Rute convoca uma alegria renovada na varanda da manhã. Na mesa do café, os objectos são separados na importância relativa da sua utilidade prática: as chaves de casa, os cigarros, a carteira, a chave de ignição do automóvel. Este é o lado da terra no olhar de Rute. A mulher-menina. Mas logo falamos da filha adolescente de Rute e tudo se modifica com uma barragem de ternura em cada palavra sincopada no discurso sobre a filha, uma menina-mulher. Este é o lado do mar no olhar de Rute. A mulher-menina. Aqui na história de Rute em 2016 só alguns pormenores são iguais à história da Bíblia. Desde logo a definição do nome em hebreu pois Rute significa «amiga» e «vizinha». Por metáfora virá a significar «acumulada de bens». De facto, no Livro de Rute, a moabita é uma viúva muito bela que se coloca atrás dos ceifeiros das searas de Boos para respigar algum trigo em grão que depois será moído e feito em farinha que dará o seu pão de cada dia. A história diz que Boos se apaixonou por Rute e, da união entre os dois, nasceu Obed que viria a ser o avô do rei David. Tirando a comparação possível entre a figura da antiga respigadora nas páginas da Bíblia e a da actual Técnica Oficial de Contas, pouco mais se pode alinhar dos livros sagrados para o quotidiano de 2016. Há e continua a haver, no olhar de Rute, uma mistura feliz entre o seco da terra e o húmido do mar, um intervalo de luz no cinzento quotidiano, um tempo de alegria que parte de poucos em poucos minutos nos comboios a caminho de Lisboa e de Cascais, rigorosamente vigiados pelos fantasmas da Fundição de Oeiras. (foto de José Cruz) --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 21:47



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31





Visitas