Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Sexta-feira, 05.12.14

«caderno de milfontes» de rui almeida

Image.jpg


Autor de «Lábio cortado» (Editora Livro do Dia -Prémio Manuel Alegre 2008 da Câmara de Águeda) Rui Almeida celebra 40 anos (n. 1972) e viaja até Milfontes a ler um livro da mesma idade («Sob Sobre Voz» de João Miguel Fernandes Jorge) escrito na Praia da Consolação para ver hoje o seu livro de poemas publicado por uma editora da Nazaré. Dito de outra maneira – a Costa Atlântica é o lugar, o ponto de partida: «Daqui, noite clara, se avista / A pequena enseada, / Nem sempre a falésia / Ou o quase silêncio / Da ondulação. / Aqui o chão de onde se vê longe / É firme. / A cadência do mar /Amplia o golpe na sombra / Sobreleva o reflexo». Nasce o encontro entre o mar («O lugar da violência / É onde as ondas morrem, / Rebentação / Força sem nome») e o rio: «Nesta margem do rio / Não há só destroços e coisas velhas / Há também uma rocha lisa / Onde os pés se descalçam / E o sorriso se abre». Os poemas oscilam entre o encontro, a paciência («A paciência conhece o tempo da espera») e o perdão: «Que é o perdão / Senão uma boca / Soprando noutra boca?» Nas 33 páginas deste pequeno livro está uma breve gramática do Mundo, a memória de um Verão e a resposta à pergunta do poema final: «E como seria limpar o rosto / Depois de cada Agosto?» (Edição: Volta d´mar (voltadmar@gmail.com) Produção: Luís Paulo Meireles) --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 11:40



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031





Visitas