Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Segunda-feira, 30.03.15

as facturas, as mensagens e um certo tempo português

Image.jpg


A história é insólita mas só podia ter acontecido agora, neste tempo português em que nas empresas não há pessoas que escrevam cartas. Vejamos. No dia 16-2-2015 uma empresa de telecomunicações emitiu uma factura em meu nome e marcou como data de pagamento 10-3-2015. Claro que na manhã desse dia paguei o valor da factura mas (percebi mais tarde) a empresa já tinha emitido uma outra factura com data de 10-3-2015 com os elementos relativos a 7-3-2015. Por tudo isso consideraram o valor «pago» como «não pago» e pediram que pagasse o dobro em 31-3-2015 como espero pagar mas só pelo saldo. Então alguém se lembrou de me enviar em 12-3-2015 uma mensagem SMS confirmando o recebimento do valor em causa no dia 10-3-2015 (conforme indicado na factura de 16-2-2015) mas sem nunca referirem o facto de a tal factura (do dobro) ter sido emitida em 10-3-2015 ignorando o pagamento feito nessa manhã. Ora eu aprendi em 1966, quando comecei a trabalhar, que a categoria da emenda (ou da resposta) tem de ser igual à categoria do lapso (ou da pergunta). Assim sendo, se descobriram em 12-3-2015 que a factura de 10-3-2015 não inclui o pagamento feito nessa manhã no apuramento das contas do cliente, deveriam ter-me enviado uma carta ou uma factura nova anulando a anterior. Nunca um SMS que ainda por cima apela a que eu pague depressa o valor em falta quando não existia (nem existe neste momento) qualquer valor em falta no dia 12-3-2015, data do SMS. Com a mensagem SMS estragaram tudo e meteram os pés pelas mãos, Ao ponto de me pedirem para pagar pelo Multibanco o dito «valor em falta» quando a data do vencimento da factura é 31-3-2015. Enfim não há pachorra para tanta confusão mas esta é a gente que temos nas empresas que aí estão. --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 17:24



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  






Visitas