Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Terça-feira, 08.07.14

a propósito de afonso praça e do seu «novo dicionário do calão»

Image.jpg


Ainda a propósito do livro «Novo Dicionário do calão» de Afonso Praça repesco uma velha crónica do blog «aspirinab» sobre um pormenor que pode ter escapado ao autor. No verbete da palavra «cena» refere-se a expressão «bumbos a rappar» mas a palavra «bumbo» não surge no dicionário com verbete próprio. No dicionário da Sociedade de Língua Portuguesa, ccordenado por José Pedro Machado, a palavra «bumbo» tem um sentido diferente daquele que surge no verbete do livro de Afonso Praça. Trata-se de «selha alta em que se expõe à venda o peixe no mercado da lota». Ora o que poderia ser impresso no «Novo dicionário do calão» poderia ser algo como isto «bumbo – rapaz preto ou negro». A origem do uso pode estar no facto de em Angola se utilizar a palavra «bumbar» para designar o acto de trabalhar. Logo o «bumbo» será o trabalhador e, num certo sentido, o escravo do trabalho. Existe em Portugal a expressão «eu trabalhei como um negro» para se referir «trabalhei muito». Um outro sentido pode estar associado à palavra «bumbo». A expressão «bumbar» significa «sovar, espancar» e «bumba» designa «pancadaria» ou «tunda». O contexto faz lembrar os versos de uma canção (salvo erro) de António Jacinto cantada por Rui Mingas: «Fuba podre, peixe podre, / pano ruim, cinquenta angolares / porrada se refilares». Pela minha parte recordo que enquanto fui redactor efectivo do jornal «Sporting» de 1997 a 2006 ouvi muitas vezes a pergunta a jogadores «leoninos», muitos deles negros: «Quem é aquele bumbo número sete deles?» A explicação para me fazerem a pergunta a mim é que eu tinha em meu poder as folhas com a constituição das equipas. --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 16:56



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031





Visitas