Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Domingo, 15.05.16

«a presença dos dias» de adalberto alves

503.jpeg


A Poesia sempre soube ao longo do Tempo chamar as coisas pelos seus nomes. Metade canção, metade meditação, a Poesia tem neste livro de Adalberto Alves (n. 1939) a força da sua segunda natureza: o epigrama, a síntese, o aforismo. Começa numa invocação: «Poesia e Música descem directamente através de uma corda etérea. São por isso as Artes Reais que reflectem a nobre e recôndita Beleza.» Esta ligação entre Poesia e Música surge de novo na página 57: «O fado foi gritado, em Aljezur, no dia em que os Árabes, ao entregarem as chaves da sua derradeira cidadela aqui, se despediram daquele mar, num último suspiro de saudade.» E continua na página 117: «Para entender a essência da música, temos de ser capazes de conceber a transgressão física da vidraça a bater na chuva.» Para concluir na página 118: «A poesia tem muito de uma prece em que nada é pedido.» A infância está presente («A minha infância não foi modesta por ter tido pouco: foi rica, porque me ensinaram a dar valor ao pouco que tinha») embora a vida do Homem na Terra oscile sempre entre sabedoria e ignorância: «Muito do que julgamos saber é pura ignorância e muito do que julgamos ignorar é pura sabedoria.» Este paradoxo («a palavra mais rica e perfurante dos dicionários») é que permite manter o sofrimento ao lado da felicidade, a diferença ao lado da semelhança. Vejamos: «A vida é uma plenitude que só faz sentido recebendo sofrimento e beatitude com igual aceitação» porque «Toda a diferença contém semelhança e vice-versa.» A realidade do aqui e do agora (2013) não está ausente destas reflexões. Primeiro o Poder que «autoriza e fomenta a mediocridade» depois a Comunicação Social e o seu «genocídio espiritual: encurralam as mentes desprotegidas nas suas alfurjas malcheirosas.» Mas há sempre uma saída, a Amizade: «Por cada nova amizade que ganhamos, refaz-se o mundo e refloresce a vida». (Editora: Althum, Editor: Luís Nazaré Gomes, Design: Susana Cruz, Revisão: Frederico Carvalho) --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 19:49



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031





Visitas