Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Transporte Sentimental



Quinta-feira, 10.04.14

a «linha do oeste» de levi condinho

Image.jpg


Releio de novo um poema de Levi Condinho editado em «A Voz de Alcobaça» de 31-5-1997 na coluna «As letras do Levi». É um longo poema que ocupa toda uma página do mensário alcobacense. Das suas nove sequências um excerto, o oitavo: «há quase cinquenta anos / estes carris eram a cama deslizante / de grazinas carregadas de homens e picaretas / e comboios de prata azulada / com máquinas negras na pele e no fumo / êmbolos manivelas arrepio de morte e fascinação / quase cinco horas de pé rumo a Lisboa / sobre o banco à janela boquiaberto / de admiração e sôfrego de nada perder / quanto à paisagem e suas coisas notáveis / pequenos argueiros de carvão / roçavam o rosto ameaçando os olhos / e como num certo quadro de Guilherme Parente / aquela palmeira eterna e etérea / rente ao moinho de água / feito de folhas de lata ou zinco / roda/rosa de escamas / e cauda no vento / coisas de pouca coisa da Arte» Podia lembrar as rosas na Estação de Pero-Negro ou os goivos na estação de Dois Portos, a várzea de Óbidos ou os campos da Cela ou do Bárrio com outros diziam – mas não. Prefiro dissertar um pouco sobre uma palavra que surge no poema num contexto, numa circunstância, num certo tempo português que é o do discurso poético. Datado de 28-4-1996, quando Levi Condinho se deslocou de Lisboa para o Valado de Frades e daí para Alcobaça onde assistiu ao concerto de homenagem a Fernando Serafim, o poema incorpora palavras dos anos 40 e 50, como a grazina do terceiro verso. Mas «grazina» não existe, os ferroviários usam a palavra «dresine» - um veículo ligeiro auxiliar seja na inspecção do tráfego seja nas obras da via. Catrapil por caterpilar ou alcadute por aqueduto são corruptelas vulgares.

José do Carmo Francisco --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 18:34


1 comentário

De Luis Eme a 13.04.2014 às 09:04

eu diria, belas corruptelas.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930





Visitas