Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Domingo, 09.06.13

outras leituras de 2008

56.jpg


«Se me comovesse o amor» de Francisco José Viegas

Neste décimo livro de poemas, Francisco José Viegas (Foz Côa, 1962) retoma
a melancolia e as viagens. Não apenas as viagens na geografia (Buenos
Aires, Paris, Israel, Frankfurt, Antuérpia, Caracas) mas também a viagem
que toda a vida acaba por ser: «Se me comovesse o amor como me comove / a
morte dos que amei, eu viveria feliz.» A morte está sempre presente. Seja
de uma tia («Ela despedia-se da vida, era a Páscoa. Melhor: as urzes /
floridas ainda, sobrevivendo – um vento, as matérias / do medo,
colinas de pinheiros, alegorias, orações») seja de um amigo: «São as mais
estranhas árvores, as que descem até às raízes; / pela última vez se
visitam, antes que venha uma nuvem / ou que os animais te despertem a meio
da noite.» O poema responde a uma pergunta: «Os pais dos teus pais, os
filhos dos teus filhos / é isto uma família? O que separa o futuro daquele
lugar / onde os teus mortos repousam? Avós adormeceram, / abandonados em
campas coberta de terra e xisto». Mas também discute a sua própria
natureza: «Alguém lê o que escreves, triste consolação / pálida alegria
caindo sobre a tarde das coisas. / Cada palavra é um resumo – e, em
cada palavra, quanto deixas de teu?» Entre a fragilidade do amor e a
certeza da morte, a literatura pode ser uma salvação: «Séculos de
literatura fizeram de nós apenas isso / passageiros obedientes, leitores
compulsivos / geógrafos errantes que desconhecem os nomes / entre as
montanhas, o que fica no meio das árvores. / Não vale muito. A vida
interrompe as páginas dos livros / como entende, transporta nuvens espessas
/ ignora os pardais nas margens dos bosques.»
(Editora: Quasi - Famalicão, Foto: Steve Woods)
José do Carmo Francisco
--

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 15:00



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30





Visitas