Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Transporte Sentimental



Segunda-feira, 28.07.14

fernando venâncio - terceira carta aberta

Image.jpg


Este fim-de-semana dormi numa casa muito simpática onde, a exemplo dos tão britânicos apartamentos «B&B», existe no quarto de dormir uma pequena biblioteca para viajantes. Chamou-me a tenção o livro «O clube dos anjos» de Luís Fernando Veríssimo mas não passei da página 15. Não sei (nem interessa muito) se foi por ignorância ou má-fé mas percebe-se que os fotolitos devem ter vindo do Brasil e a matéria foi publicada tal e qual. Por exemplo a palavra «agüentasse» vem com o trema em vez de «aguentasse» e SIDA surge como «Aids» mas com caixa baixa nas três iniciais seguintes à letra «A». Ora os brasileiros não usam SIDA como nós por causa da abreviatura de «Nossa Senhora Aparecida» e poderia soar como sacrilégio ligar a mãe de Deus a uma doença muito grave. Dai terem optado pelo inglês «Acquired Immuno Deficiency Syndrome» ou AIDS em sigla mas na página 15 do livro aparece «Aids» em vez de «AIDS». Talvez a ideia central seja essa («Para quem é bacalhau basta») e assim sai mais barato mas devia haver algo como uma «arte final que é olhar com olhos de ver o livro antes de ele ir para a gráfica. O leitor deveria merecer algum respeito mas somos poucos e pouco valemos no concerto geral das nações. A minha ideia é apenas referir um facto e, sem queixume ou lamentação, trazer ao conhecimento do nosso estimado professor de Amsterdão e português de lei, esta novidade que me surgiu no fim-de-semana lá pela página 15 dum livro do escritor brasileiro Luís Fernando Veríssimo. Pois talvez seja isso – pouco valemos porque somos muito poucos e para quem é bacalhau basta. --

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José do Carmo Francisco às 08:24


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031





Visitas